Seja Bem Vindo

Ajude nos a levar a palavra de Deus ao mundo.

Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:15).

Membros

Todos os membros poderão enviar mensagens, textos, comentários e participar de promoções exclusivas. Participe.

Acesso para Membros

Não é membro? Cadastre-se!



Principal Quem Somos Noticias Vídeos Reflexão Dicas de Filmes Publicidade Fale Conosco
CONTEÚDO
  • Página Principal
  • Bíblia On-Line
  • Dicas de Filmes
  • Textos para Reflexão
  • Notícias Gospel
  • SMS
  • Publicidade
  • Quem Somos
  • Parceiros
  •  
    Notícias gospel
  • Brasil
  • Cinema
  • Esportes
  • Internacional
  • Missões
  • Música
  • Oportunidades
  • Política
  • Saúde
  • Tecnologia
  • TV
  •  
    utilidades
  • Nossos Banners
  • Para o seu Site e Blog
  •  
    Entretenimento
  • Bate Papo
  • Cartão Virtual
  • Novos Testes Bíblicos
  • Eventos Gospel
  • Vídeos
  • Rádio On-line
  •  
    Siga-nos



    Escolha uma categoria:
    Agradecimentos
    Amor
    Aniversários
    Comportamento
    Curiosidades
    Estudo Bíblico
    Família
    Festas
    Juventude
    Letras de Música
    Mensagens Bíblicas
    Teatro Cristão
    Testemunhos
    Reflexões e Estudos Bíblicos
    Nota: 1.8/5 (83 votos)
    Festas - Entendendo o halloween diante da Palavra de Deus


    (4142) acessos desde 02/03/2010 - 22h22min


    Além disso tudo, o costume de pedir balas e doces fantasiados de bruxas,vampiros, fantasmas, etc., que é comum nessa festa, está relacionado com
    os espíritos dos mortos na tradição pagã e até católica. Por exemplo,para os antigos druidas "os espíritos que se acreditava andarem de
    casa em casa eram recepcionados com uma mesa farta para um banquete. No final da refeição, os habitantes da cidade fantasiados e com máscaras
    representando as almas dos mortos iam em procissão até os limites da cidade para guiar os fantasmas para fora".[12] As máscaras e
    fantasias usadas no halloween podem ser relacionadas também com a tentativa de certas pessoas de se esconderem para não serem vistas participando de cerimônias pagãs ou ,como no xamanismo e em outras formas
    de animismo, mudar a identidade de quem as usa para que possa se comunicar com o mundo espiritual. As fantasias podem ser usadas também para
    afugentar espíritos maus.

      

    Depois de fazermos essas considerações sobre o assunto, tendo em vista que o halloween está associado a práticas de bruxaria e ocultismo,
    devemos analisar qual deve ser nossa atitude em relação a essa festa, que mesmo sendo vista secularmente como um passatempo tem implicações
    sérias.

      

    Devemos nos perguntar: Que princípios bíblicos devem ser usados para
    discernir esse assunto?

      

    As Escrituras nos dizem que o homem espiritual julga todas as coisas e que no futuro irá também julgar os anjos. Então somos competentes o
    suficiente para julgar assuntos triviais agora (1 Coríntios 2,15; 6.3). Se julgarmos todas as coisas e retermos o que é bom, abstendo-nos de toda
    forma de mal, estaremos cumprindo com nossa obrigação (1 Tessalonicenses
    5.21,22). Então vamos examinar esse assunto para chegarmos a uma posição bíblica sobre o halloween.

      

    Se na celebração de halloween existem atividades envolvendo práticas genuinamente ocultistas, as Escrituras são claras em afirmar que
    devem ser evitadas. Tanto o Antigo como o Novo Testamento fazem referência às práticas de bruxaria, encantamentos, espiritismo, contatos com os
    mortos, adivinhações e assim por diante – e todas essas coisas estão potencialmente ligadas ao halloween.

      

    "Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o SENHOR, vosso
    Deus" (Levítico 19.31).

      

    "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem
    feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; ... Porque estas nações que hás de possuir ouvem os
    prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o SENHOR, teu Deus, não
    permitiu tal coisa" (Deuteronômio 18.10,11,14) .

      

    "[Rei Manassés de Judá] queimou seus filhos como oferta no vale do filho de Hinom, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro, praticava
    feitiçarias, tratava com necromantes e feiticeiros e prosseguiu em fazer o que era mau perante o SENHOR, para o provocar à ira" (2 Crônicas
    33.6).

      

    Em nenhum lugar na Bíblia vemos essas coisas como sendo aceitáveis diante de Deus. À luz desses versículos, ninguém pode argumentar logicamente
    que a Bíblia apóia tais práticas.



    Fonte: Karen Cristina
    Contato (tina.krn@hotmail.com)

    Texto enviado pelo usuário: admin

    E-mail de contato: gospeljovens@gospeljovens.net

     

    Enviar Comentário Indicar para um AmigoVersão para Imprimir Assinar Feed
    VER OS COMENTÁRIOS DESTE TEXTO
    Não existe nenhum comentário para este texto, envie seu comentário agora mesmo.
    Clique aqui
     
     

     

    newsletter

    Digite o seu e-mail abaixo:

    Adicionar Apagar

     
    usuário
  • Fazer Login
  • Cadastrar no Site
  •  
    Enquete
     
    RÁDIO GOSPEL
    Ouça a rádio Gospeljovens
     
    ÚLTIMOS USUÁRIOS

    thamyres
    nova odesa / SP

    Anne caroline
    Rio de janeiro / RJ

    FERNANDA
    PEDRA PRETA / MT

    Geilson Monteiro da Silva
    altamira / PA

    lucas da cruz silva
    fortaleza / CE

    Claudio Cesar
    Diadema / SP

    Criislya
    Morada-Nova / CE

     



    Desenvolvimento de Sites, Portais, Sistemas para Internet e Hospedagem